Descriminalização das drogas – pastores defendem esta situação

0
191

manifesto-drogasLíderes religiosos e pastores como Ariovaldo Ramos, Edvandro Machado e André Guimarães estarão reunidos no próximo dia 25 de junho no Rio de Janeiro para defender a descriminalização das drogas.
O encontro vai acontecer no auditório do Seminário Teológico Betel e deve reunir mais de 100 pastores que defendem a mudança da lei 11.343/2006 para que o usuário de droga não seja tratado como criminoso, mas como dependente químico.

Em um manifesto os pastores assinam que estão baseados no que diz em Efésios 5.9, firmando suas crenças no tripé bondade-justiça-verdade. Ao descriminalizar as drogas, o usuário deverá ser tratado com projetos de requalificação profissional tendo direito à saúde e educação para poder se reintegrar junto à sociedade.

“A vocação da Igreja é para transformação de vidas, sem perder a esperança e a disposição para a misericórdia. A reconstrução da vida de um ‘criminoso’ é sempre mais difícil socialmente do que a de um doente, de alguém que tenha passado por um tratamento”, diz nota. 

O manifesto que foi entregue ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, pedindo a aprovação do projeto 7663/2010, “para que possam ser reparados e rediscutidos, artigos controversos e que comprometem a justiça e a dignidade, como a internação compulsória, a restrição de direitos, a criminalização do usuário”.

Fonte: Gospel Prime

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMinistério Listen lança seu primeiro cd: "Luz No Fim do Túnel"
Próximo artigoClipe da Banda Antiphona é indicado para o Anima Mundi - Carpe Diem
O Ponto das Igrejas é um canal interativo onde o povo de Deus toma conhecimento sobre os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo. Desta maneira, ajudamos aos irmãos que não podem ficar muito tempo na internet , ao acessar o Ponto, sair do campo da ignorância e perceber que Jesus está voltando. O Ponto, atualmente, apresenta alguns colunistas que estão sendo usados por Deus para dar ânimo aqueles soldados feridos nas batalhas da vida. Somos criados para glória Dele e usamos as palavras para testemunharem os feitos do Senhor em nossa vida.