Nova York está prestes a se tornar uma cidade de maioria cristã em 2026, de acordo com uma pesquisa publicada pelo instituto Barna Research. A frequência à igreja tem tido um aumento significativo desde a década de 1990.

Uma transformação espiritual vem sendo experimentada por Nova York, que se tornou mais espiritualmente ativa mesmo depois dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. O estudo foi feito com a participação de 3.400 moradores da cidade.

O número de pessoas que frequentam igrejas está em ascensão, ao contrário do número de moradores “sem igreja”, que estão diminuindo. O número de cristãos convertidos também aumentou de 20% para 32%.

Este fenômeno tem sido atribuído a atuação proeminentes de pastores, formadores de opinião e educadores, como o autor best-seller Eric Metaxas, o pastor da Igreja de Hillsong Carl Lentz e o fundador do Centro Latino de Ação Pastoral, Raymond Rivera.

No mês passado, milhares de cristãos se reuniram na Times Square para louvar a Deus durante a conferência Dia do Movimento das Cidades Globais. Os participantes falaram sobre os desafios de compartilhar o Evangelho nas cidades de todo o mundo.

Segundo o fundador e presidente do Centro de Liderança de Nova York, Rev. McKenzie “Mac” Pier, a velocidade do compartilhamento do Evangelho na cidade é proporcional à unidade dos cristãos na mesma cidade. Essa unidade deve ser fundada em amizades que vão além da raça e da denominação.

Segundo o Rev. Mac Pier, fundador e presidente do Centro de Liderança de Nova York, Deus está reavivando a cidade com o Evangelho. “Este avivamento deve se espalhar por todo o país”, disse ele.

O líder cristão também observou que 3% da população americana se converteu ao cristianismo em dois anos durante o avivamento de Fulton Street, em Nova York, há 159 anos.

FONTE: PONTO DAS IGREJAS COM INFORMAÇÕES DE CHRISTIAN DAILY

COMENTE PELO FACEBOOK