O mundo contra o ataque do ebola

0
253
O número de casos registrados e as vítimas fatais chegavam a 1,6 mil pessoas.

O número de casos registrados e as vítimas fatais chegavam a 1,6 mil pessoas.
O número de casos registrados e as vítimas fatais chegavam a 1,6 mil pessoas.

O pavor de uma pandemia ficou patente na semana passada: países criando cordões sanitários e fechando fronteiras na África; aval inédito da OMS para uso do medicamento não testado Zmapp; estimativa de que não menos de US$ 100 milhões têm de ser investidos, e já, em pesquisas. É a emergência diante do ebola: na quinta-eira 14 passava de dois mil o número de casos registrados e as vítimas fatais chegavam a 1,6 mil pessoas, entre elas o médico Modupeh Cole, o segundo a falecer em Serra Leoa – quando profissionais da saúde começam a morrer pelo vírus que combatem, ensina a medicina que o sinal vermelho da pandemia tem de ser aceso.Diante desse cenário, na semana passada a França criou “centros de acolhimento”, a Grã-Bretanha isolou pacientes e a Alemanha deu início a um programa de treinamento de socorro e recomendou que seus cidadãos saiam do continente africano – os EUA retiraram os familiares de seus diplomatas de Serra Leoa.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEspaço Feminino - Pais especiais - (bloco 4 de 4)13-08-2014
Próximo artigoGrã-Bretanha entra na luta contra o álcool
O Ponto das Igrejas é um canal interativo onde o povo de Deus toma conhecimento sobre os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo. Desta maneira, ajudamos aos irmãos que não podem ficar muito tempo na internet , ao acessar o Ponto, sair do campo da ignorância e perceber que Jesus está voltando. O Ponto, atualmente, apresenta alguns colunistas que estão sendo usados por Deus para dar ânimo aqueles soldados feridos nas batalhas da vida. Somos criados para glória Dele e usamos as palavras para testemunharem os feitos do Senhor em nossa vida.