Radicais islâmicos nomearam a Primeira Igreja Batista de Dallas (Texas, EUA) – que tem mais de 10 mil membros – como como um alvo potencial para um ataque.

Uma revista de propaganda digital do Estado Islâmico, chamada “Rumiyah”, incluiu fotos da igreja, localizada no centro da cidade, em um artigo, no qual aos seguidores do grupo terrorista que realizassem ataques com um incêndio criminoso, de acordo com a emissora local de TV ‘KXAS’ (NBC5).

A publicação digital teria chamado a igreja de “um popular lugar de encontro dos cruzados, que espera para ser queimado”.

Funcionários da igreja disseram que, embora não haja nenhum sinal de perigo iminente ou evidência de que um ataque desse tipo está sendo planejado, eles estão em estado de alerta, após a ameaça.

Os líderes da Igreja disseram que não irão se intimidar com o anúncio da revista do Estado Islâmico.

“A Bíblia nos diz que o Senhor não nos deu um espírito de medo”, disse a igreja em uma nota oficial, enviada à emissora NBC5. “Se nos entregarmos ao medo, o Estado Islâmico ganha. Então, continuaremos fazendo o que o Senhor nos chamou para fazer”.

Liderado pelo pastor Robert Jeffress, a igreja esteve em contato com autoridades locais e federais nas últimas semanas e diz que está confiante de que a igreja está segura.

O pastor Jeffress esteva no centro das atenções nacionais na semana passada, quando pregou em um culto privado, antes da posse do presidente Donald Trump.

COMENTE PELO FACEBOOK