Lúcio diz que reunião evangélica não rachou o grupo da Seleção

0
181

300_218_jV9cNaw8nmLúcio não vê problemas de relacionamento na Seleção Brasileira de 2006.

Atual capitão da Seleção Brasileira, Lúcio negou que a religião tenha atrapalhado o grupo durante a Copa de 2006, disputada na Alemanha. Em entrevista à Folha de S. Paulo, o zagueiro afimou que “pessoas que não conheciam o grupo (de jogadores) começaram a falar sobre isso”.

De acordo com Lúcio, as reuniões entre os atletas evangélicos (na qual Gilberto Silva, Kaká e Luís Fabiano fazem parte, por exemplo) acontecem somente nos dias de folga, assim como em 2006. O zagueiro afirmou que o relacionamento entre os jogadores da Seleção é sempre bom, “independente da religião”.

As reuniões e as comemorações dos atletas evangélicos causou uma polêmica no futebol mundial tem causado discórdias no futebol. Jornalistas e cartolas tem disparado contra os jogadores evangélicos.

Com informações de Terra/ OGalileO

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFeto é encontrado vivo 24 horas após aborto na Itália
Próximo artigoLula é eleito o líder mais influente do mundo pela 'Time'
O Ponto das Igrejas é um canal interativo onde o povo de Deus toma conhecimento sobre os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo. Desta maneira, ajudamos aos irmãos que não podem ficar muito tempo na internet , ao acessar o Ponto, sair do campo da ignorância e perceber que Jesus está voltando. O Ponto, atualmente, apresenta alguns colunistas que estão sendo usados por Deus para dar ânimo aqueles soldados feridos nas batalhas da vida. Somos criados para glória Dele e usamos as palavras para testemunharem os feitos do Senhor em nossa vida.