Léo Moura fala da sua conversão, fé e futebol

0
578

554301_155161967947652_100003615490894_204184_1780563078_n4Agora evangélico e prestes a ser batizado, Léo Moura (foto), lateral do Flamengo, revela visão, nega fanatismo e dá receita para Rubro-Negro superar momento conturbado.

Aos 33 anos, na idade de Cristo, Léo Moura firmou sua comunhão com o Evangelho. O jogador trocou os shows de pagode pelos cantos de louvor que não saem do som do carro e servem até como toque de celular. Na comemoração dos gols, o símbolo feito com os três dedos representa a Santíssima Trindade do Pai, Filho e Espírito Santo. Do plano divino para o terrestre, o jogador, que tem sete anos de Flamengo, diz que a fase conturbada não pode virar desespero. Ele prega a paz, diz que teve visões e revela que não pede vitória em suas preces.

– Não é fanatismo, porque sempre tive fé. Creio e estou no caminho de Deus, mas não sou fanático. Sempre fui à igreja, agora com mais frequência. Procuro tranquilidade, passar mensagem para alguns companheiros, e sabendo dividir. Não posso deixar que as coisas da religião se misturem com o profissional. No início deste ano pude mergulhar de cabeça, até porque é uma coisa que tem me feito muito bem, profissional e pessoalmente. Cada dia melhoro como pessoa – afirmou Léo Moura.

O lateral-direito diz que teve premonições durante alguns sonhos e não teve dúvidas: era uma mensagem divina:

– Tive várias revelações, isso me aproximou ainda mais da igreja. Na Libertadores, na noite anterior ao jogo com o Emelec, eu tive um sonho onde via muitas pessoas orando por mim, eu corria em direção ao gol e marcava. Na primeira bola do jogo, eu fiz como estava no sonho. Aquilo era uma mensagem de Deus que se realizou.

Quando entra em campo, mãos erguidas ao céu, Léo Moura não pensa em orar pelos três pontos, mas pede, sim, proteção até para os adversários:

– Quero deixar claro que não peço para ganhar, peço proteção para me livrar das contusões, para livrar nosso time de alguma coisa grave, e também para livrar o adversário. Do outro lado têm pessoas que também são evangélicas.

No som do carro de Léo Moura e no toque do celular, os hits do momento são músicas de Thales Roberto e outros pastores evangélicos famosos por seus testemunhos.

– Agora, mudou. Você vai tirando algumas músicas. Fui chamado através do testemunho do Thales Roberto, que hoje virou meu amigo, junto com a Fernanda Brum, que além de ser pastora da minha igreja é um louvor que eu gosto muito. Tem a Bruna Carla. São músicas que pessoas de fora também gostam – disse o jogador.

Léo Moura irá se batizar na igreja evangélica no mês que vem. Ele se prepara para dar seu primeiro testemunho e explica o gesto que usa com os três dedos em riste:

– Mês que vem me batizo, tenho que me preparar espiritualmente, até porque o testemunho é uma coisa muito séria. Quero mostrar para as pessoas que esse é o caminho. O gesto dos três dedos é da Santíssima trindade, Pai, Filho, Espírito Santo. A galera da base do Flamengo já está pegando esse símbolo.

Momento conturbado e sondagem do Cruzeiro

Léo Moura recebeu sondagens do Cruzeiro, mas nenhuma proposta formalizada. O jogador tem contrato com o Flamengo até o fim do ano, quer ficar, mas acredita que uma cartada oficial possa ser dada a qualquer momento, já que Celso Roth é admirador do seu futebol.
Diante do agitado ambiente do Flamengo, Léo Moura sabe como se reza a missa rubro-negra:

– Temos que ter tranquilidade, paz. Já passei por tudo no Flamengo, essa fase não é a primeira vez. Se não tiver tranquilidade para trabalhar, você não consegue jogar. Precisamos de resultado e não levar para o lado do desespero que é pior.

Fonte: Globo Esporte / via PONTO DAS IGREJAS

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDébora Campos: Dá pra acreditar ?!
Próximo artigoCristianismo Global: Ásia e África apontam crescimento mesmo em meio a perseguição
Ponto das Igrejas
O Ponto das Igrejas é um canal interativo onde o povo de Deus toma conhecimento sobre os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo. Desta maneira, ajudamos aos irmãos que não podem ficar muito tempo na internet , ao acessar o Ponto, sair do campo da ignorância e perceber que Jesus está voltando. O Ponto, atualmente, apresenta alguns colunistas que estão sendo usados por Deus para dar ânimo aqueles soldados feridos nas batalhas da vida. Somos criados para glória Dele e usamos as palavras para testemunharem os feitos do Senhor em nossa vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui