Kaká dispara contra jornalista ateu que critica a sua fé em Jesus

0
290

kaká em entrevistaO jogador Kaká deu um recado direto ao jornalista Juca Kfouri que, insistentemente, critíca a sua fé em Jesus Cristo. Meia reclama ainda de excesso de vontade da Costa do Marfim e diz que jogadores do Brasil não temem confronto contra rivais mais violentos.

Kaká ataca Juca Kfouri e pede: “respeite a mim e a milhões de brasileiros que acreditam em Jesus!”. Um novo confronto entre a seleção brasileira e jornalistas vem à tona. Depois de uma pergunta do jornalista André Kfouri, na coletiva de hoje em Joanesburgo, Kaká se dirigiu diretamente a ele e disparou: “repetidamente em seu blog, os canhões do teu pai têm me atingido. O motivo pelo qual Juca me ataca não é profissional, ele já deixou claro muitas vezes que me ataca porque eu defendo publicamente a minha fé em Jesus. Mas da mesma forma que eu respeito ele como ateu, gostaria que ele respeitasse a mim e a milhões de brasileiros que crêem em Jesus Cristo“.

Kaká ainda não digeriu sua expulsão na partida contra a Costa do Marfim. Fora do jogo contra Portugal na próxima sexta-feira, em Durban, ele já avisou, porém, que não vai fugir do confronto diante de rivais que abusam dos lances ríspidos.

– Apesar desse grupo ser tranquilo, ninguém tem sangue de barata. Vocês puderam ver o que aconteceu em campo e porque tivemos esse tipo de atitude. A seleção não foi desonesta ou desrepeitou o adversário sem a bola. Não tivemos nenhum tipo de problema e vocês nunca viram a seleção ser violenta. Mas vocês nunca vão ver a seleção retroceder em um confronto mais físico, de divividas – avisou o jogador.

Kaká teve que deixar o campo por levar o segundo amarelo ao deixar o braço na direção de Keita. O marfinense forçou o choque, foi atingido no peito e simulou ter recebido um golpe no rosto. Para ele, o lance que causou a sua saída ocorre em várias partidas do futebol mundial, e o árbitro francês Stephane Lannoy acreditou na simulação do rival.

– Não aconteceu nada demais. Aconteceu uma jogada que acontece em todos os jogos. Se eu tivesse tido uma atitude irresponsável, eu chegaria aqui e pediria desculpas para vocês (jornalistas) e para o grupo. Joguei uma partida normal e que acabou com a minha expulsão.

O apoiador da seleção brasileira admitiu que vai tomar mais cuidado a partir das oitavas de final. Segundo o jogador, a arbitragem da Copa do Mundo tem sido severa com todas as seleções.

– Vou tomar mais cuidado, mas não sei o motivo do primeiro cartão amarelo. Em um momento importante como é a Copa do Mundo, nós temos que evitar esse tipo de coisa. O relatório da Fifa já chegou e o que está escrito é bem simples: segundo cartão amarelo e expulsão. Eles tiveram coerência e não viram maldade no lance – afirmou.

Kaká negou que estivesse nervoso no segundo tempo da partida diante da Costa do Marfim.

– Irritação seria se eu tivesse dado uma porrada em alguém, se tivesse dado um carrinho. Não é uma irritação de quem vai brigar com o adversário. É uma irritação de alguém que quer ganhar a partida de qualquer maneira.

No fim, a estrela da seleção brasileira revelou que a sua avó Vera não poupou a atitude do árbitro. Porém, com muito bom humor, Kaká não contou o teor das críticas.

– Não posso falar o que ela falou do árbitro. Com todo o carinho que ela tem, ela deu umas facadas no árbitro (risos). A minha avó estava superfeliz por eu ter jogado bem.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorArqueólogos acham pinturas mais antigas dos apóstolos de Jesus
Próximo artigoAline Barros e Fernanda Brum no programa do Faustão
Ponto das Igrejas
O Ponto das Igrejas é um canal interativo onde o povo de Deus toma conhecimento sobre os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo. Desta maneira, ajudamos aos irmãos que não podem ficar muito tempo na internet , ao acessar o Ponto, sair do campo da ignorância e perceber que Jesus está voltando. O Ponto, atualmente, apresenta alguns colunistas que estão sendo usados por Deus para dar ânimo aqueles soldados feridos nas batalhas da vida. Somos criados para glória Dele e usamos as palavras para testemunharem os feitos do Senhor em nossa vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui