Cerca de 200 igrejas destruídas em onda de violência anticristã

0
403
Cerca de 200 igrejas destruídas em onda de violência anticristã

Houve uma onda de violência anticristã provocada por muçulmanos ao redor do mundo nos últimos meses de 2014, de acordo com um novo relatório do Institute Gatestone, da África do Sul.

Embora tenha recebido pouca atenção da mídia, incluiu a destruição de cerca de 200 igrejas cristãs na Nigéria. Raymond Ibrahim, que trabalha para o Gatestone, lançou em janeiro o relatório “Novamente crucificado: Expondo a nova guerra do Islã contra cristãos”.

“Em apenas dois meses, cerca de 200 igrejas cristãs foram destruídas na Nigéria pela organização islâmica Boko Haram e seus aliados muçulmanos. Eles tomaram cidades e aldeias inteiras, nos estados do nordeste de Borno e Adamawa, causando a fuga de mais de 190.000 pessoas”, afirma o relatório.

Ibrahim observou ainda que, o Centro de Estudos do Cristianismo Global, com sede nos Estados Unidos concluiu que “Cerca de 100.000 cristãos morrem a cada ano por causa de suas crenças religiosas, ou seja, um a cada cinco minutos. Em países como o Iraque, Síria, Nigéria, Camarões, Sudão, Paquistão, Somália e Egito, todos os cristãos, idosos, mulheres, homens e crianças vivem em condições de insegurança total. Eles são expulsos de suas casas, mandados para a prisão por blasfêmia, mortos brutalmente durante os cultos e suas igrejas são queimadas. Há relatos de meninas que foram raptadas e forçadas a se casar com muçulmanos.”

Ele apresenta uma série de relatos de ataques religiosos inclusive na Alemanha e nas Filipinas, onde a maioria da população é cristã, mas existem extremistas muçulmanos atuando. Em algumas nações, a perseguição é feita na forma de decisões judiciais, relata Ibrahim. Em alguns países esse tipo de informação sequer chega a ser noticiado e o Instituto conta com os testemunhos dos cristãos onde os ataques ocorreram.

“Embora boa parte dos muçulmanos não esteja envolvida, a perseguição aos cristãos está se expandindo. Nosso relatório foi desenvolvido para reunir provas de casos de perseguição que vêm à tona a cada mês. Documentamos o que a mídia muitas vezes deixa de denunciar. Essa perseguição não é aleatória, mas sistemática, ocorrendo em todas as línguas, etnias e locais”, explicou.

O material compilado pelo Gatestone apresenta dados muito semelhantes ao novo relatório anual sobre perseguição publicado pela Portas Abertas, o qual mostra que a África foi o continente onde a violência contra cristãos mais cresceu.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAlém de Maomé, Charlie Hebdo já satirizou Jesus e papas
Próximo artigoJessyca Kids - Pa-pa-parabéns (DVD Jornal da Alegria)
O Ponto das Igrejas é um canal interativo onde o povo de Deus toma conhecimento sobre os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo. Desta maneira, ajudamos aos irmãos que não podem ficar muito tempo na internet , ao acessar o Ponto, sair do campo da ignorância e perceber que Jesus está voltando. O Ponto, atualmente, apresenta alguns colunistas que estão sendo usados por Deus para dar ânimo aqueles soldados feridos nas batalhas da vida. Somos criados para glória Dele e usamos as palavras para testemunharem os feitos do Senhor em nossa vida.