Um fato inusitado aconteceu na cidade de Langon, na França. A animação norte-americana “Estrela de Belém” foi proibida de ser exibida aos alunos das escolas públicas da cidade. O motivo para proibição, era porque o filme é “cristão demais”.

Durante a exibição do filme para mais de 80 alunos no cinema Le Rio, os professores pediram que a animação fosse interrompida, mesmo o filme estando em seus minutos finais. Ao perceberem diversas menções a Jesus Cristo, os professores disseram que os estudantes não poderiam vê-lo e todos foram obrigados a voltar para casa sem saber o final do filme.

O longa conta a história do nascimento de Jesus por meio da ótica dos animais que estariam na manjedoura e viram a jornada da Sagrada Família até Belém. “Um pequeno, porém bravo, asno chamado Bo, anseia por uma vida melhor. Um dia ele encontra a coragem de se libertar, e junto de seus novos amigos começa uma jornada. Agora eles seguem uma estrela e acabam se tornando heróis acidentais na maior história já contada”, são os dizeres da sinopse do filme.

Os professores argumentaram ainda que nem o cartaz e nem a sinopse deixam claro sobre o que o longa fala. O caso chamou a atenção de todos e está sendo considerado de “Cristofobia”, ato que tem se tornado frequente no mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui