Marco Feliciano estaria sofrendo boicote de líderes evangélicos

0
240

Marco-Feliciano-320x180O deputado Marco Feliciano (PSC-SP) disse através de sua página no Twitter que pode estar sendo boicotado por lideranças evangélicas em São Paulo por conta de sua candidatura à reeleição.
Feliciano é considerado o puxador de votos do partido para a próxima eleição que conta hoje com 2 deputados federais e pode chegar a 5 caso o parlamentar repita o fenômeno de votos de Tiririca (PR-SP) que em 2010 alcançou 1,35 milhão de votos.
O número expressivo e a influencia de Feliciano pode ser o motivo por trás do cancelamento de agendas e compromissos nos últimos meses. Segundo o parlamentar isso tem acontecido por ordem de líderes de ministério, que apoiam outro candidato ou têm planos políticos para as próximas eleições.
O pastor que ficou famoso por suas pregações no Congresso dos Gideões Missionários da Última Hora, ganhou expressão política ao ser perseguido por ativistas de movimentos homossexuais durante sua passagem pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados.
“Gostaria aqui de rogar orações aos intercessores que acompanham minha história. Nos últimos três meses as lutas aumentaram consideravelmente. Tenho sofrido retaliações no meu Estado, São Paulo, acredito que pela minha exposição política. As retaliações vem de lideranças religiosas”, disse Feliciano através do Twitter.
O parlamentar chegou a citar como exemplo o cancelamento de sua participação na Marcha Para Jesus em São Paulo. Segundo Feliciano, um dia depois do convite para estar em um trio elétrico do evento recebeu a ligação dizendo que a organização não queria sua participação.
“Fui convidado pra estar em um trio elétrico na Marcha Para Jesus, [e] um dia depois recebi ligação dizendo que a organização não me queria nele. Algumas agendas de igrejas do ministério a que pertenço tem sido desmarcadas, e o argumento é que a ordem vem de cima, do alto clero”, desabafou o pastor.
Feliciano explicou que as publicações no Twitter tinham o objetivo de explicar aos fiéis o motivo pelo qual não tem comparecido em eventos que, anteriormente, tinham sua presença confirmada.
“Devido ao trabalho que fiz em Brasília e a exposição que tive, lideres de outras igrejas me veem com receio, temem que seus fiéis me apoiem. Acredito que a igreja, corpo de Cristo, tem memória e não será mais enganada por pessoas que usam a fé pra chegarem em Brasília e depois somem”, escreveu.

Candidato próprio
Feliciano também terá de atrair votos para seu assessor, Roberto Marinho, que anunciou sua pré-candidatura a deputado estadual pelo PSC. Marinho esteve ao lado de Feliciano durante todo o seu mandato.

COMPARTILHAR
Artigo anterior139 cristãos indígenas deixam suas casas para não negarem Cristo
Próximo artigoAndréa King: Olhando para cima
Ponto das Igrejas
O Ponto das Igrejas é um canal interativo onde o povo de Deus toma conhecimento sobre os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo. Desta maneira, ajudamos aos irmãos que não podem ficar muito tempo na internet , ao acessar o Ponto, sair do campo da ignorância e perceber que Jesus está voltando. O Ponto, atualmente, apresenta alguns colunistas que estão sendo usados por Deus para dar ânimo aqueles soldados feridos nas batalhas da vida. Somos criados para glória Dele e usamos as palavras para testemunharem os feitos do Senhor em nossa vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui