Nos átrios do Pai

0
1134

Dt 30,19-20

”Os céus e a terra tomo,hoje, por testemunhas contra ti, que te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida para que vivas, tu e a tua descendência, amando o Senhor teu Deus, dando ouvido a sua voz, e apegando-te a Ele; pois disto depende a tua vida e a tua longevidade, para que habites na terra que o Senhor, sob juramento prometeu dar a teus pais Abraão, Isaque e Jacó.”

Jo 14,6

”Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao pai senão por mim.”

tabernaculo(1).690x460As três portas do tabernáculo tem os mesmos nomes: Caminho, Verdade e Vida. Nós podemos passear pelas partes mais externas do santuário, porém, só alcançaremos o Santíssimo Lugar se passarmos pela porta da Vida, se escolhermos o caminho da Vida, e este caminho é Jesus.

Sem Ele não conseguimos, sem Ele não temos forças. E o que significa entrar pela porta da vida? É conhecer o Pai profundamente, é ter intimidade com Deus. Tendo em vista que o Filho é a manifestação do Pai, então precisamos ser “especialistas”em Jesus. É saber que apesar das circunstâncias, Ele continua no controle da situação, pois Ele não esquece os seus filhos e nunca deixa de ser Deus.

E o que significa ter intimidade com Deus? Significa ter tempo de qualidade com Ele, dividir anseios, sonhos e projetos. Rasgar a alma, confessando nossos erros e a nossa dependência Dele e da sua misericórdia. É saber que, todas as manhãs quando acordamos, a sua graça é o que nos sustenta. É colocar em prática a partir de segunda- feira aquilo que ouvimos de Deus no domingo em nossas igrejas.

Se conhecemos, amamos. Se amamos, confiamos e obedecemos. Uma amizade verdadeira requer tudo isso. Deus precisa ser o meu melhor amigo, meu confidente, minha fonte de inspiração, Aquele que me guia. Um minuto nos seus átrios valem mais que mil anos longe da sua presença. Nada se compara ao som da sua voz. Precisamos ter os ouvidos afinados e pedirmos que Ele abra nosso entendimento.

Se o buscarmos verdadeiramente através da sua Palavra e de oração, (que não necessariamente é ficar de joelhos no chão, horas trancado no quarto, mas dialogar com Ele durante todo o dia), então teremos intimidade com o Pai, e pediremos o que quisermos em nome de Jesus, e nos será concedido. Isso porque pediremos de acordo com a vontade de Deus pra nós, que é boa, perfeita e agradável.

Andréa King- Colunista do Ponto das Igrejas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui