Simone Ladislau:Fábrica de pregadores … adote este projeto!

0
711

O-americano-Terry-considerado-o-pastor-mais-jovem-do-mundoSou Simone Ladislau de Azevedo, conselheira dos Adolescentes de nossa igreja, juntamente com meu esposo, diác.Luiz Paulo de Azevedo. Fui convidada pelo nosso querido irmão Johnny Prado a compartilhar com os queridos irmãos e amigos do Ponto das Igrejas, sobre a experiência de viver a 1ª Fábrica de Pregadores em nossa igreja, a Igreja Congregacional do 1º Amor em Vila Valqueire.

Deus colocou no coração de nosso Pr.Jesaias dos Anjos, um sonho lindo que virou realidade no dia 14/12/2013. Ele nos desafiou a realizar a 1ª Fábrica de Pregadores com os adolescentes da igreja.

Confesso que fiquei muito apreensiva, tinha convivido por mais de 10 anos com departamento infantil, e 2 anos com juniores, mas este é o nosso primeiro ano com os adolescentes, estamos conhecendo cada um, criando laços e conquistando a confiança deles. Como propor algo tão desafiador?

Nosso pastor é um homem de Deus, um líder e temos experimentado a obediência a Deus e ao nossos queridos pastores.

Conversamos com os adolescentes e fizemos a proposta da fábrica idealizada pelo nosso pastor. Eles não ficaram muito animados. Tiveram receio (por que eu?), expuseram algumas limitações (sou tímido, não tenho dom da palavra), e também algumas desculpas (acho melhor mandar outro departamento para esta missão).

Estivemos em oração por meses, nas aulas da EBD dávamos a lição e aplicávamos dinâmicas de grupo para que eles interagissem mais. No nosso grupo no facebook começamos a postar textos bíblicos como sugestões para a palavra que deveria ter em média 20 minutos para cada adolescente. Tivemos uma estratégia para que facilitasse a participação deles neste desafio, que a pregação seria no templo, porém não seria no púlpito e também não teria microfone. Fizemos uma escala, a princípio em ordem alfabética, para que eles já se acostumassem com seus nomes e horários para o desafio. E depois verificamos com eles a possibilidade de trocas de horários e fomos ajustando a escala de acordo a atender a cada um. Tirávamos dúvidas pelo chat do face, e as mensagens começavam a nascer de Deus para o coração deles.

Não era obrigada a participação, porém em todo instante colocávamos de como deveriam ser obedientes ao pastor, e que Deus os abençoaria de uma maneira muito tremenda, e que eles teriam sua própria experiência de buscar mais a Deus e ouvir Sua voz para suas vidas.

A união feminina da igreja se colocou à disposição para intercederem pela fábrica, de forma que a cada vinte minutos, teria uma irmã orando para que Deus estivesse abençoando a vida de cada um deles.

O dia fábrica chegou… das 9 horas às 18 horas, um a um, de vinte em vinte minutos. A idéia era chegar um pouco antes, para ouvir a pregação do irmão anterior ao seu horário e depois pregar, um dando a destra de companhia ao outro. Eles iam chegando com seus pais, avós, etc… Riam, ficavam sérios, tremiam, e tinham as mãos geladas. Mas para a honra e a glória do nosso Deus, cumpriram bem a missão, ficaram aliviados, e gostaram da experiência da obediência.

A palavra de Deus nos motiva a nos apresentarmos a Deus aprovados manejando bem a palavra da verdade (2 Timóteo 2:15). Deus respeita nosso receio, nossa limitação, mas a má vontade Ele não aceita (Êxodo 4:10-14).

Eu e meu esposo, estamos como quem sonha! Ver cada um aceitando o desafio e pregando, foi uma bênção para nossas vidas!

Toda honra e glória sejam dadas ao nosso Deus!

Simone Ladislau – Conselheira dos Adolescentes na Igreja Congregacional do Primeiro Amor em Vila Valqueire – Parceira do Ponto das Igrejas.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAndréa King: Não se distraia ... continue!
Próximo artigoDavid Quinlan - Faltam 5 dias para o lançamento do Clipe Um Lugar para 2
O Ponto das Igrejas é um canal interativo onde o povo de Deus toma conhecimento sobre os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo. Desta maneira, ajudamos aos irmãos que não podem ficar muito tempo na internet , ao acessar o Ponto, sair do campo da ignorância e perceber que Jesus está voltando. O Ponto, atualmente, apresenta alguns colunistas que estão sendo usados por Deus para dar ânimo aqueles soldados feridos nas batalhas da vida. Somos criados para glória Dele e usamos as palavras para testemunharem os feitos do Senhor em nossa vida.