Liza Lima: Liberta-me … de mim mesmo!

0
864

fernanda-brum_liberta-me1“Então clamamos ao SENHOR Deus de nossos pais; e o SENHOR ouviu a nossa voz, e atentou para a nossa miséria, e para o nosso trabalho, e para a nossa opressão”. Deuterônomio 26:07

 Uma canção que muito tem falado ao meu coração é a canção “Liberta-me”- cd da amada pastora e serva do Senhor Fernanda Brum. Fala sobre uma libertação que transcende o mundo em que vivemos para uma realidade espiritual. Chegamos no tempo dos últimos dias, onde o maior esfriamento do amor tem ocorrido dentro de nossas igrejas, ou seja, dentro de nós – afinal quem é a igreja? A igreja somos nós!

A verdadeira igreja do Senhor está longe dos holofotes e trabalhando incessantemente … esperando o Amado não com os braços cruzados e sim, preparando suas lâmpadas e enchendo do azeite para a vinda do noivo.

Estou vivendo uma fase onde finalmente aprendi a viver não das palavras de domingo da Escola Dominical, mas de buscá-lo intensamente nas mínimas coisas. Não significa que não buscava antes, mas a cada fase da nossa vida algo de novo surge da parte de Deus … com a maturidade vem a intimidade.

Viver na liberdade das amizades, não digo para abandonar os amigos e sim, de perder aquela sensação de dependência deles. Amo cada um dos meus amigos e quero estar com eles, mas prefiro muito mais aprender mais do Senhor.

Muitos cristãos, trocam os momentos com o Senhor por coisas vãs. Tudo tem o seu tempo e quando estamos na casa do Senhor ou em sua presença ( não existe local ideal), mentalizar que o Rei está voltando deve arder no nosso coração. Alguns jovens estão dormindo esquecendo que o Rei vem e teremos que prestar contas … amamos a sua vinda!
Liberte-se das redes sociais, domine-as e não se deixe dominar por elas! Quando perdemos esta visão, o olhar fica embaçado e ficamos como o povo hebreu no Egito sofrendo as duras dores da escravidão do pecado e assim, a vida em abundância parece algo metafórico.

Virtuosa, em João 6:18-20 fala sobre um refrigério e uma certeza que faz andarmos altaneiramente: “E o mar se levantou, porque um grande vento assoprava. E, tendo navegado uns vinte e cinco ou trinta estádios, viram a Jesus, andando sobre o mar e aproximando-se do barco; e temeram. Mas ele lhes disse: Sou eu, não temais”.

liza_lima

 

 

Colunista do Ponto das Igrejas
www.pontodasigrejas.com.br
esperadoamado.wordpress.com

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAndréa King: Adoração: fonte de milagres !!
Próximo artigoO Sertão Nordestino terá ajuda de organizações evangélicas
O Ponto das Igrejas é um canal interativo onde o povo de Deus toma conhecimento sobre os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo. Desta maneira, ajudamos aos irmãos que não podem ficar muito tempo na internet , ao acessar o Ponto, sair do campo da ignorância e perceber que Jesus está voltando. O Ponto, atualmente, apresenta alguns colunistas que estão sendo usados por Deus para dar ânimo aqueles soldados feridos nas batalhas da vida. Somos criados para glória Dele e usamos as palavras para testemunharem os feitos do Senhor em nossa vida.